top of page
  • Foto do escritorNilto Tatto

AGENDA: Ambientalista do PT, Nilto Tatto estará na COP27


O deputado Federal Nilto Tatto em encontro com lideranças indígenas, na COP26

Em sua 7ª participação em Conferências das Partes, Tatto compõe a comitiva de deputados Federais brasileiros no Egito, discutindo o cumprimento dos acordos e metas internacionais de combate às Emergências Climáticas


Com mais de 30 anos de atuação socioambiental, o deputado Federal Nilto Tatto (PT-SP) embarca neste sábado (05/11) para o Egito, onde representará a Câmara dos Deputados na abertura e nas atividades temáticas da 27ª Conferência das Partes (COP27), o maior e mais importante evento global de enfrentamento às Emergências Climáticas e construção de uma sociedade sustentável.


O encontro global é uma oportunidade para os países participantes construírem uma unidade no enfrentamento à um desafio comum: a garantia de um meio ambiente equilibrado para esta e as futuras gerações. “A agenda dessa COP é uma agenda da efetivação dos acordos, focando no desenvolvimento e implementação dos mecanismos de financiamento para que os Países cumpram com as metas assumidas”, revela o deputado.


Tatto defende que o Brasil cumpra o compromisso assumido no Acordo de Paris, mas também cobre os países desenvolvidos, tanto na redução de emissão de gases como no financiamento de projetos nos Países em desenvolvimento. “Todos têm a responsabilidade de tomar medidas concretas para enfrentar as Emergências Climáticas, desde que sigam o conceito da responsabilidade diferenciada, onde os países desenvolvidos aportam recursos e tecnologias aos países em desenvolvimento, para que possam crescer com qualidade de vida, sem trilhar o caminho que levou o mundo a essa situação de risco”, resume o deputado.


Sobre a COP

A 27ª Conferência das Partes (COP27) acontece de 6 e 18 de novembro, em Sharm El Sheikh, no Egito, reunindo mais de 90 chefes de Estado e lideranças de ao menos 190 Países.


Sobre Nilto Tatto


Nilto Tatto foi um dos responsáveis pela elaboração do novo plano de governo Lula na área ambiental. Além de secretário nacional de Meio Ambiente do PT (202-2022), o parlamentar cumpre seu segundo mandato de deputado Federal, sendo o coordenador da Frente Parlamentar em Apoio aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS); membro das comissões de Meio Ambiente e de Ciência e Tecnologia; da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas e da Frente Parlamentar Ambientalista.


Tatto tem mais de 30 anos de ativismo socioambiental, tendo participado da ECO 92 (Rio de Janeiro); do Fórum Alternativo Mundial da Água (2018) e do Fórum Global Paralelo à Rio + 20 (Rio de Janeiro), entre outros encontros nacionais e internacionais.


Nilto foi um dos fundadores do ISA (Instituto Socioambiental); atuou na capacitação administrativa para o Conselho Nacional dos Seringueiros, em Rio Branco (AC), na época liderado por Chico Mendes e para a União das Nações Indígenas em São Paulo e no Acre, coordenado por Ailton Krenak. O ambientalista recebeu o prêmio Dorothy Stang de direitos humanos pelo seu trabalho junto às comunidades quilombolas do Vale do Ribeira; participou de intercâmbio de povos tradicionais entre Brasil e África, entre os anos de 2010 e 2011 e do desenvolvimento do projeto de Manejo Floresta Sustentável, na Terra Indígena Xikrin do Cateté (PA).


Em 2022, Nilto Tatto foi reeleito deputado Federal, com 151.861 votos. Esta trajetória torna o ambientalista e deputado Federal Nilto Tatto, uma das fontes mais qualificadas para falar sobre as emergências climáticas; os desafios para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a participação do Brasil na COP27 e outros temas correlatos.


Em 2022, Nilto Tatto foi reeleito deputado Federal, com 151.861 votos. Agora precisa do seu apoio para defender no Congresso o meio ambiente e a vida.

Acompanhe o mandato nas redes sociais.

Comentarios


bottom of page