4.png
  • Nilto Tatto

ARTIGO: A LUZ IRÁ BRILHAR

Ao final de 2020, ao menos 40 países terão iniciado a vacinação contra o Coronavírus. O Brasil, que participa dos testes de ao menos duas vacinas, ainda não tem uma data definitiva para o início da imunização em escala nacional, embora alguns Estados, como São Paulo, estejam fazendo esforços independentes para proteger sua população.



Até o início de 2021, provavelmente o número de óbitos por Covid19 no Brasil terá chegado aos 200 mil. São mais de 7,5 milhões de casos em todo o território nacional e uma segunda onda ainda em curso, mais alarmante do que a primeira. Mas, o cenário que não precisava ter chegado a este ponto, ainda pode ser revertido.


O ano mais assustador de nossa história recente está prestes a acabar, mas ao início do novo período, a pandemia, infelizmente, ainda estará em curso. A expectativa, no entanto, é que a postura dos nossos chefes de Estado, especialmente do governo Federal, seja mais humana e responsável. Temos mais conhecimento sobre o vírus hoje do que há 9 meses atrás e esperamos que haja atendimento universal, já que ainda temos o SUS e uma larga experiência em vacinação em massa, como poucos países do mundo.


Não há como recuperar as vidas ou o tempo perdido, tampouco aplacar o sofrimento das famílias que não puderam se despedir de seus entes queridos. Mas ainda que tardiamente, a vacinação está a caminho e em breve poderemos respirar aliviados, retomar aos poucos nossas atividades cotidianas e acolher uns aos outros, para enfrentarmos juntos a dor e o sofrimento da perda. Também teremos que nos unir ainda mais para enfrentarmos os desafios que virão, certos de que há uma luz no final do túnel e que cedo ou tarde ela irá brilhar.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo